Estrutura

O Hospital Pio XII possui laboratório próprio para a realização de procedimentos de coleta e congelamento de células progenitoras. As células são coletadas por uma técnica denominada aferese e posteriormente congeladas até a realização do transplante.

Nossa unidade de transplante possui quatro quartos com antecâmaras equipados com um moderno sistema de filtros de ar com pressão positiva (HEPA). Todos os leitos contam com equipamentos específicos que permitem a observação constante dos parâmetros vitais dos pacientes. Além disso, a prescrição e a checagem da administração dos medicamentos são realizadas automaticamente dentro da própria unidade pela equipe técnica.

Esta complexa estrutura foi planejada para oferecer conforto e segurança proporcionando os melhores resultados aos nossos pacientes.

O que é o transplante de medula óssea?

O transplante de medula óssea ou transplante de células progenitoras hematopoéticas (TCPH) é um procedimento utilizado no tratamento de doenças onco-hematológicas como leucemias, linfomas, mieloma múltiplo, mielodisplasias e tumores germinativos. O TCPH é denominado singênico quando o doador compatível é irmão ou irmã do receptor, alogênico não aparentado quando o doador compatível não tem parentesco com o receptor e autólogo quando são utilizadas células tronco do próprio paciente.

Pioneirismo e experiência

Em nossa região o Hospital Pio XII e sua equipe médica foram pioneiros na realização deste procedimento e receberam em 2004 o credenciamento (autorização) do Ministério da Saúde para a realização do TCPH autólogo.

Em junho de 2016, o Hospital comemorou a marca dos 300 transplantes realizados, número que representa a consolidação de um procedimento relevante para o tratamento de pacientes com doenças onco-hematológicas do Vale do Paraíba.

Dados estatísticos do TCPH Autólogo no Hospital Pio XII

  • Mais de 80% dos transplantes foram realizados em pacientes advindos do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Fato que evidencia a eficiência da direção administrativa do Hospital Pio XII em proporcionar a viabilidade financeira do TCPH Autólogo.

  • Realização anual de duas vezes mais transplantes que o mínimo exigido pelo Ministério da Saúde.

    Reforça o nosso compromisso em atender pacientes com doenças onco-hematológicas desta comunidade.

  • Nossas taxas de sobrevida geral são comparáveis com as disponíveis na literatura.

    Representantes do Center for International Blood & Marrow Transplant Research, uma organização voluntária composta por mais 500 centros de transplante nos Estados Unidos e no mundo analisaram os registros de 18.161 pacientes com mieloma múltiplo (MM), 5.973 com linfoma Não Hodgkin (LNH, subtipo difuso de grandes células B) e 5.736 com linfoma Hodgkin (LH) tratados com o TCPH autólogo entre os anos de 1998 e 2007. As taxas de SG 3 anos após o TCPH autólogo foram 67-69%, 61-63% e 80-82%, respectivamente. Em nossa casuística, no período de 2004 a 2011, analisamos 96 pacientes com MM, 32 com LNH e 31 com LH e observamos taxas de SG 3 anos após o TCPH autólogo de 67,9%, 62% e 79,8%, respectivamente.