Entrada e troca de acompanhantes

Quem tem direito a acompanhante?

Se o paciente for menor de 18 anos, tem assegurado um acompanhante (um dos pais ou responsável) – Art. 12, Lei nº 8.069/90 Estatuto da Criança e do Adolescente. O mesmo direito é assegurado aos idosos (60 anos ou mais) submetidos a atendimento hospitalar – Art 16, Lei nº 10.741/03 – Estatuto do Idoso.

Os pacientes portadores de necessidades especiais também tem o seu direito assegurado. As exceções devem ser verificadas com o enfermeiro da unidade de internação em que o paciente se encontra.

O acompanhante tem direito a refeição?

Sim. O acompanhante tem o direito as principais refeições durante a internação do paciente. As refeições devem ser realizadas exclusivamente na copa dos acompanhantes localizado no piso térreo.

Quando é permitido o revezamento de acompanhantes?

O revezamento entre acompanhantes deve ser realizado na Recepção Central nos seguintes horários:

Das 08:00 ás 08:30 horas

Das 14:00 ás 14:30 horas

Das 20:00 ás 20:30horas

Em situações extraordinárias, fica a critério da equipe multiprofissional liberar o revezamento em outro horário.

Como o acompanhante pode contribuir com a segurança do paciente?

Não trazer alimentos de fora, pois a equipe de nutrição planeja uma alimentação adequada ao estado de saúde de cada paciente. A entrada de alimentos sem autorização da equipe de nutrição favorece a proliferação de insetos e bactérias que podem causar infecções.

Sempre que necessário lavar as mãos para evitar infecção hospitalar.

Não tocar nos aparelhos, a não ser que seja solicitado ou autorizado por alguém da equipe médica ou de enfermagem.

Cuidar de sua higiene pessoal para evitar infecção hospitalar.

Se estiver doente, evitar fazer visita ou acompanhar o paciente.