• Home
  • /
  • Sua Saúde
  • /
  • Conheça os alimentos que ajudam na concentração e na memória.

Conheça os alimentos que ajudam na concentração e na memória.

Confira o post dessa semana falando sobre alguns alimentos que ajudam na concentração e na memória.

 

Em certas ocasiões, reclamamos sobre a falta de memória e concentração no dia a dia. Ou por motivos de cansaço ou por falta de nutrientes em nosso organismo. Aqui está uma lista de alguns alimentos que ajudam na concentração e na memória!

Glicose:

“A glicose é o principal combustível para o funcionamento dos neurônios cerebrais”, diz o nutrólogo Roberto Navarro. A hipoglicemia, pode comprometer nosso raciocínio, atenção e concentração. Ao escolher as melhores fontes de glicose fique com os cereais integrais, legumes e frutas.

Zinco:

Ele desempenha função regulatória no organismo. Ele atua na atividade neuronal, na memória e na concentração, além de possuir ação anti-inflamatória. Você pode encontrar zinco em carnes vermelhas, ovos, ostras, caranguejo, laticínios e fígado.

Selênio:

Pessoas com baixos níveis de selênio podem sofrer distúrbios na atividade dos neurotransmissores – substâncias produzidas pelo neurônio que tem como função levar informações de uma célula a outra -, podendo até sofrer alterações de humor. Boas fontes de selênio são grãos, alho, carne, frutos do mar, castanha-do-pará, nozes, avelãs e abacate.

Ferro:

A principal função do ferro no nosso organismo é ajudar a carregar o oxigênio para os tecidos, inclusive para o cérebro. Dentre as fontes animais estão as carnes vermelhas, principalmente fígado de qualquer animal e outras vísceras, como rim e coração, carnes de aves, de peixes e mariscos crus. Entre os alimentos de origem vegetal, destacam-se as folhas na cor verde-escura, como o agrião, couve e cheiro-verde; as leguminosas, como feijões, fava, grão-de-bico, ervilha e lentilha; e grãos integrais ou enriquecidos.

Fósforo:

O mineral tem um papel fundamental no funcionamento do cérebro, uma vez que atua na constituição da membrana celular. São boas fontes de fósforo leite, carne bovina, aves, peixes e ovos, cereais, leguminosas, frutas, chás e café.

Vitamina E:

A falta de vitamina E pode provocar alterações neurológicas como diminuição dos reflexos e diminuição da sensibilidade vibratória, podendo ocasionar a falta de concentração para exercer as atividades. São fontes de Vitamina E os azeites vegetais, cereais e verduras frescas.

Vitamina C:

Ela também é um antioxidante e participa da atividade química dos neurônios, sendo importante para a memória. Boas fontes de vitamina C são as frutas cítricas, a acerola e o Kiwi.

Vitamina B1 (tiamina):

Pessoas com falhas no metabolismo cerebral, como desnutridos e alcoólatras, apresentam deficiência desse nutriente. As principais fontes: carnes, cereais, nozes, verduras e cerveja.

Nota: Alguns peixes, crustáceos e chás pretos podem conter fatores anti-tiamina.

Vitamina B6 (Piridoxina):

Uma das vitaminas mais importantes para o sistema nervoso central, pois ajuda o cérebro a produzir os neurotransmissores, vitais ao seu funcionamento. Fontes: fígado e carne vermelha, grãos integrais, batatas, vegetais verdes e milho.

Vitamina B12 (Cianocobalamina):

Essa vitamina está relacionada ao tratamento de deficiências cerebrais e processos degenerativos, principalmente doenças que comprometem funções do sistema nervoso, como o movimento. Fontes: alimentos de origem animal, carnes, miúdos, leite em pó e produtos lácteos e ovo (inteiro ou a gema).

Ômega 3:

Promove a comunicação entre as células nervosas, mantendo-as leves e funcionais. Ele ajuda o cérebro a monitorar o humor bem como a memória e a concentração. Alimentos fonte de ômega3 são peixes como atum, salmão, cavala e arenque.

Carboidratos complexos:

Por sua digestão ser lenta, os carboidratos complexos fornecem energia ao cérebro constantemente, auxiliando assim na concentração.  É importante o consumo deles nas refeições, porém em quantidades moderadas. Você pode encontrar carboidratos complexos em pães, de preferência integral, arroz integral, barra de cereal e frutas.

Cafeína:

Uma pesquisa realizada na London School of Hygiene and Tropical Medicine descobriu que a cafeína ajuda a melhorar a memória e a concentração dos funcionários, bem como a reduzir o número de erros cometidos durante o trabalho. A nutri Érika Suiter afirma que o consumir regularmente até quatro xícaras de 200ml de café por dia pode aumentar a capacidade de atenção, concentração e formação da memória, tanto em adultos como em crianças. Porém, quando ingerida em excesso, a cafeína pode causar o efeito contrário. Boas fontes de cafeína são o café, chá preto e o chocolate amargo.

 

 

Gostou do post? Tem alguma sugestão para a próxima matéria? Deixe seu comentário!

Fonte:<http://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/13193-conheca-os-alimentos-amigos-da-concentracao-e-da-memoria/#carousel-galeria> Acesso em 20/06/2016 às 10:50.

 

 

Deixe uma resposta